O SITESSCH

História

Um pouco da História de Luta do SITESSCH

SITESSCH Um pouco da História de Luta do SITESSCH SITESSCH: Mais de 30 anos de trabalho e dedicação na área da Saúde    13 de Novembro de 1984 nasce o Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de...

SITESSCH: Mais de 30 anos de trabalho e dedicação na área da Saúde

   13 de Novembro de 1984 nasce o Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Chapecó e Região – Sitessch oficializando sua atuação na busca por segurança e dignidade para uma classe que, independentemente da hora do dia ou da noite, dedica os seus serviços para a vida do ser humano.

   Em mais de três décadas de atuação as lutas foram muitas, em vários aspectos. Os movimentos de greve foram marcantes neste tempo. Em 1989, a primeira greve geral convocada pela Central Única dos Trabalhadores que levou os trabalhadores do Hospital Regional do Oeste e o extinto hospital Santo Antônio a cruzarem os braços e reivindicar melhores condições de trabalho e de salários. Depois de 10 dias de acampamento e de negociações com o patronal, os trabalhadores puderam comemorar uma histórica vitória.

   O feito se repetiu ainda mais forte, em 1996, quando os trabalhadores do antigo Hospital Santo Antônio pararam as atividades por quase dois meses culminando com o fechamento daquela instituição, dando lugar onde é hoje o Hospital da UNIMED. Assim foram em 1997,2002, 2003, 2005. E, mais recentemente 2013, o movimento de greve em três grandes hospitais, hospital da Criança, Hospital Regional do Oeste e Hospital ambos em Chapecó e o Hospital São Francisco de Concórdia onde novamente os trabalhadores pararam suas atividades por 10 dias, e a entidade sindical sempre atuando com respaldo aos anseios dos trabalhadores que, unindo forças, derrubaram as imposições dos patrões e garantiram seus direitos.

   Depois de 21 anos, com muito esforço e comprometimento em proporcionar um trabalho ainda melhor, com mais qualidade de atendimento e com o desejo de “dar uma casa” aos trabalhadores e trabalhadoras na área da Saúde, o Sitessch fecha 2005 com a conclusão da sua sede própria. Inaugurada em 2006, o prédio, localizado na Rua Mônaco no bairro Passo dos Fortes, em Chapecó, abre suas portas.

  O Sitessch entrou em 2010 com muitos planos, com mais bandeiras de luta, com ampliação e melhoria de sua atuação na defesa dos direitos dos trabalhadores abriu subsedes em São Miguel do oeste, Xanxerê e Concórdia e projeta trabalhos e conquistas ainda maiores em prol dos trabalhadores e do fortalecimento da entidade.

   De lá para cá, muito trabalho, lutas e empenho dos dirigentes sindicais fizeram de cada ano um tempo diferente de atuação, mas todos com o mesmo intuito: o de fazer a vida dos profissionais da área cada vez melhor.

   Em 2014, os reflexos do movimento de greve de 2013 continuaram nas negociações de 2014 quando a entidade sindical conquistou um dos maiores percentuais de reajuste salarial para a categoria, que variou de 7% a 35%. Alguns trabalhadores de hospitais obtiveram aumento real de até 28%. Também em 2014, como resultado dos trabalhos e da luta realizada no ano anterior, garantiu-se a mudança da 3ª para 4ª faixa salarial da categoria no Piso Estadual de Salário. Nesta batalha a categoria (serviços de apoio dos hospitais, secretárias de consultórios médicos e dentários, e pet shops) garantiu uma reposição de 20.33% nos seus salários.

   As pressões sempre existiram, existem e serão cada vez maiores. Mas, o sindicato, sempre preparado para a luta, nunca baixou guarda e se manteve sempre firme quando o assunto é direito do trabalhador, mais qualidade de vida, melhores condições de trabalho e de salário, ampliação do quadro funcional, mas, ainda temos pela frente a bandeira das 30 horas para a enfermagem, apoio a luta das 40 horas semanais, aplicabilidade da Norma Regulamentadora 32, saúde do trabalhador da Saúde e a permanência dos debates pelo fim do Fator Previdenciário, ampliação da tabela SUS, aplicação dos 10% na Saúde pelo governo federal, e a busca por soluções definitivas, pelo fim do assédio moral e sexual, para que os trabalhadores possam atuar com segurança e com todo o respaldo necessário ao desenvolvimento de suas atividades.

   Em 30 anos, muitos são os motivos para comemorar, mas muito mais são os motivos para continuar o trabalho e garantir que as mudanças continuem a ocorrer e, para melhor. Que possamos chegar aos 60, 90 anos com o mesmo espírito de luta e principalmente com SAÚDE.

Diretoria

NOMINATA DA DIRETORIA

Presidente: Fabio Ramos Nunes Fernandes
Vice-Presidente: Tania Chiomento Filippin
1ª Secretária: Delvina Vedovato de Souza
2ª Secretária: Sandra Mari Pescador
1ª Tesoureira: Adair Vassoler
2ª Tesoureira: Maria Salete Cross
Diretora Social: Khaline da Rosa Konzgen
Diretora de Patrimônio: Clair Gallon
Diretora de Esporte e Lazer Lina Mueller
Diretora de Assuntos Culturais: Patrícia Daieli Jeggli
Diretora de Orientação Sindical: Tatiane de Castro
Diretora de Comunicação:
Diretor de Saúde e Seg no Trabalho: Carolina Mesquita Prestes Franciscom

SUPLENTES
Adriane Fatima Defiltro
Maria de Lourdes Farezin Borges
Andréia Fátima Hahn
Rodrigo Pasqualotto
Lorena Aparecida Alves
Rosinha Maria de Freitas
Eliane Cristina Soster de Carli
Loti Astria Zuge Wolff


CONSELHO FISCAL

EFETIVOS                                                                       SUPLENTES

Claudino Moacir Rodrigues da Silva              
Iraci Catarina Mossmann Hoss                             Amélia Maria Wendling
Neusa Antoninha Biecoski




DELEGADOS JUNTO A FEDERAÇÃO

EFETIVOS                                                                       SUPLENTES

Tania Chiomento Filippin                               Delvina Vedovato de Souza

Adair Vassoler                                                 Khaline da Rosa Konzgen
 

Representação

Auditório Sitessch

Espaço para 90 pessoas, possui estrutura acústica, retroprojetor, cabine de controle de som, amplas janelas e climatizadorese e dois banheiros.

Para locação, favor entrar em contato com a diretoria através do número 49 3905-3000.

  • SITESSCH -
  • SITESSCH -
  • SITESSCH -
  • SITESSCH -
  • SITESSCH -

Área de atuação

   O SITESSCH tem hoje na sua base 84 municípios, com mais de 1.200 sindicalizados(as) e 2.500 trabalhadores(as) na base.

SITESSCH Novo Conteúdo 11